Flamengo e Corinthians na Palestina?

Mais uma vez vemos um caso de futebol e política de mãos dadas. Segundo a Folha de S. Paulo, o Ministério das Relações internacionais cogita levar o segundo jogo entre Corinthians e Flamengo, previsto para o dia 29 de novembro pela 37a rodada do Brasileirão deste ano, para a Palestina! As despesas pela viagem seriam pagas pelo governo brasileiro.

Acho muito improvável que essa idéia seja levada adiante, mas apenas a hipótese já demonstra mais uma vez o poder simbólico que o esporte – e em especial o futebol – tem para a política. Ao levar os dois times mais populares do país, com dois dos maiores (ou ao menos mais famosos) atacantes do mundo, Ronaldo e Adriano, busca-se associar a imagem da nação ao sucesso esportivo como um instrumento da diplomacia brasileira no exterior. 

Assim como o Santos de Pelé em 1969, em sua excursão pela África, e a seleção Brasileira no Haiti em 2004, essa seria mais uma tentativa de se “trazer a paz através do futebol”. Em janeiro de 69 o time do Santos interrompeu a guerra civil no Congo Belga, atual República Democrática do Congo, para que seus jogos pudessem ser assistidos. O conflito recomeçou logo após o término das celebrações. Esse evento serviu como inspiração para a organização do chamado “Amistoso da Paz” realizado no Haiti em 18 de Agosto de 2004.

Representantes dos dois clubes e do Itamaraty irão se reunir na próxima segunda-feira, dia 08, para adiantar as  negociações. Bem, vamos ver no que isso ai vai dar.

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: