Lançamento da coleção “Visão de Campo” e outros eventos

Dia 30/5 será lançada a Coleção Visão de Campo, coordenada por Bernardo Borges Buarque de Hollanda e Victor Andrade de Melo e publicada pela Editora 7Letras. O local é o simpático botequim Vaca Atolada, que fica na Rua Gomes Freire, 533, Centro (pertinho da Lapa), Rio de Janeiro. Será entre 19h e 23h e inclui roda de samba com o grupo Relicário do Samba.

São três livros:

A Torcida Brasileira

Bernardo Borges Buarque de Hollanda, João M. Casquinha Malaia Santos, Luiz Henrique Toledo, Victor Andrade de Melo

“O livro é um convite para refletir sobre essa entidade chamada, de maneira sui generis em língua portuguesa, de torcida. Assinada por quatro pesquisadores – três historiadores e um antropólogo – a obra aborda a construção social de uma persona coletiva, materializada no acompanhamento constante e aficionado por um time de futebol. Para isto, faz um sobrevoo na história nacional do século xx, vista à luz das canchas e dos gramados do país, sobretudo das tribunas dos estádios de São Paulo e do Rio de Janeiro. Mas não só das tribunas. Porosa, a paixão torcedora é analisada antes, durante e depois das partidas, nos ônibus, nos trens e nos bares, em suas condicionantes sociais e culturais, econômicas e políticas.”

O esporte na imprensa e a imprensa esportiva no Brasil

Bernardo Borges Buarque de Hollanda e Victor Andrade de Melo (org.)

Artigos de Victor Andrade de Melo, Luiz Henrique de Toledo, Bernardo Borges Buarque de Hollanda, André Alexandre Guimarães Couto, Álvaro do Cabo, João Malaia, Rafael Fortes, Mauricio Stycer.

Prefácio de Ronaldo Helal. Orelha de Juca Kfouri.

“O livro traz uma proposta de pesquisa menos comum no meio acadêmico, quando se trata de abordar a relação entre os esportes e os meios de comunicação, notadamente entre o futebol e a imprensa escrita. Os capítulos procuram perfilar a experiência e a trajetória de alguns dos periódicos esportivos mais importantes que existiram no Brasil ao longo do século XX e que, em determinados casos, ainda vigem em nossos dias.”

1922: comemorações esportivas do centenário

João M. Casquinha Malaia Santos e Victor Andrade de Melo (org.)

Artigos de Maurício Drumond, Diego Santos Vieira de Jesus, Valéria Lima Guimarães, João Manuel Malaia C. dos Santos, Victor Andrade de Melo, Karina Barbosa Cancella, Flavio Pessoa, Ricardo Pinto dos Santos

Em 1922, o governo brasileiro lançou mão de uma série de iniciativas para a comemoração dos cem anos da independência do país. Num ano conturbado por eleições presidenciais acirradas, acusações a candidatos veiculadas pelos jornais, imposição de censura à imprensa e revoltas militares, o governo tentava a todo custo criar uma imagem de união, modernidade e paz, tanto para o cenário interno quanto para o internacional. A Exposição Internacional de 1922, entre outras iniciativas, marcava as tentativas da construção desse imaginário. O que escapou à maioria dos estudiosos que se dedicaram ao período foi uma série de atividades de um evento que levou milhares de pessoas a incentivar “seleções brasileiras”, celebrando suas vitórias como verdadeiras conquistas da nação. Este livro intenta contribuir para conhecermos um pouco mais dessa história.”

*  *  *

Aproveitando a presença do antropólogo Luiz Henrique Toledo no Rio para o lançamento da coleção, haverá um bate-papo com ele dia 29/5, terça-feira, às 18h, na sala do Laboratório Tempo, onde normalmente ocorrem as reuniões do Laboratório Sport.

*  *  *

Está em cartaz, até 29/6, a exposição Esporte e Política no Acervo do CPDOC. R. da Candelária, 6, Centro, Rio de Janeiro. Horário: segunda a sexta, 8-22h; sábados, 8-17h.

 

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: