Sobre críquete e futebol no Rio de Janeiro do século XIX

Por Victor Andrade de Melo

Estava eu escrevendo um artigo sobre os clubes de críquete que existiram no Rio de Janeiro do século XIX quando encontrei algumas evidências interessantes sobre a prática de futebol na cidade, indícios que apontam, com um pouco mais de segurança, que o ludopédio vinha sendo por aqui jogado antes do que supomos.

.

Lord's cricket ground, London, 1793 (1912). From Imperial Cricket, edited by P F Warner and published by The London and Counties Press Association Ltd (London, 1912). Acervo Getty Images

Lord’s cricket ground, London, 1793 (1912). From Imperial Cricket, edited by P F Warner and published by The London and Counties Press Association Ltd (London, 1912). Acervo Getty Images

.

Alguns autores já argumentaram que isso ocorreu – marinheiros ingleses, funcionários de fábricas ou algumas experiências escolares –, mas tais afirmações, em geral, carecem de maior evidência. Com esses indícios encontrados, creio, podemos lançar um olhar mais preciso sobre o fenômeno, inclusive fugindo do risco de “buscar as origens” por mera curiosidade, o fazendo para entender mais adequadamente os primórdios da organização de um campo.

Neste post, apresento apenas breves informações, não somente por ter em conta a natureza de nosso blog, como também porque registrei essas investigações em artigos que foram submetidos para avaliação em periódicos (caso sejam aprovados, em breve divulgo sua veiculação).

.

Meninos jogando críquete Vista dos fundos do Instituto de Nova Friburgo, 1843 Litografia da oficina Ludwig & Briggs

Meninos jogando críquete
Vista dos fundos do Instituto de Nova Friburgo, 1843
Litografia da oficina Ludwig & Briggs

.

Os documentos referem-se a alguns clubes de críquete que se fundaram no Rio de Janeiro. Assim como ocorreu em várias cidades onde se instalaram os britânicos, na capital do Brasil também criaram agremiações dedicadas a um de seus esportes mais tradicionais.

.

Jornal do Comércio, 14 ago. 1854, p. 2.

Jornal do Comércio, 14 ago. 1854, p. 2.

.

Por aqui fundaram, entre outros, o British Cricket Club (c. 1854) e o Rio Cricket Club (1872). Esse último, por motivos diversos, deixou de existir e foi substituído pelo Club Brazileiro de Cricket (1893), menos britânico, mais misturado com nacionais. No final do século, transformou-se no Paysandú Cricket Club (1899), até hoje existente com o nome de Paissandu Atlético Clube.

.

Rua Paissandu vista de dentro do Palácio Guanabara. À direita, a sede do Rio Cricket/Club Brazileiro de Cricket/Paysandú Cricket Club. Foto sem data, impressa em cartão postal da editora F. Manzieri de São Paulo.

Rua Paissandu vista de dentro do Palácio Guanabara. À direita, a sede do Rio Cricket/Club Brazileiro de Cricket/Paysandú Cricket Club. Foto sem data, impressa em cartão postal da editora F. Manzieri de São Paulo.

.

Importantes jogos pioneiros de futebol foram disputados na célebre sede desse clube, que ficava na esquina de Rua Guanabara e Rua Paissandu, em frente ao Palácio Guanabara, um terreno que ia até o Morro Mundo Novo.

.

Sede do Rio Cricket/Club Brazileiro de Cricket/Paysandú Cricket Club junto ao Morro Novo Mundo

Sede do Rio Cricket/Club Brazileiro de Cricket/Paysandú Cricket Club junto ao Morro Novo Mundo

.

Todavia, interessante mesmo são as evidências que há sobre a prática do futebol no Rio Cricket and Athletic Club, fundado em 1897, em Niterói, por um grupo de britânicos que se afastou da agremiação do Rio de Janeiro tendo em conta se reunir em uma sociedade mais exclusiva da colônia britânica.

.

Visão do Campo do Rio Cricket

Visão do Campo do Rio Cricket

.

Uma primeira referência mais concreta ao futebol surge já na inauguração da sua sede, em 1898, quando a direção claramente anunciou que preparara as instalações também para a prática do velho esporte bretão.

.

Sede do Rio Cricket And Athletic Association Revista da Semana, 8 set. 1901, p. 574

Sede do Rio Cricket And Athletic Association
Revista da Semana, 8 set. 1901, p. 574

.

No decorrer dos últimos dois anos do século XIX e dois primeiros da centúria seguinte, outras evidências encontramos sobre a prática do futebol, bem antes do mítico primeiro jogo “oficial” da cidade, que, a propósito, não foi realizado no dia 1 de agosto de 1901, mas sim em 23 de setembro.

Neste post, apresento apenas uma dessas fontes que me pareceu mais interessante, um primeiro calendário para jogos de futebol, inserido na temporada programada para 1902 pelo Rio Cricket and Athletic Association.

.

The Brazilian Review, 11 mar. 1902, p. 130

The Brazilian Review, 11 mar. 1902, p. 130

.

De lá para cá, muita água rolou, muito gol foi feito e muito há ainda a investigar sobre a conformação e presença de nosso esporte-rei em nossa Cidade Maravilhosa.

.

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: